Flores



Lembra aquela cara de feliz que você ficou quando recebeu flores? Não é comum isso acontecer. Entenda, quero dizer que não é “todo dia” que recebemos flores. Isso, ser alvo desse tipo de oferta, certamente tem um significado. Talvez o primeiro e mais aceito seja “Você é importante pra mim”. Aquele que presenteia com flores, seja amigo ou amiga, amor, ente querido, parente ou cliente está sempre enviando uma mensagem de carinho e consideração para a outra pessoa e demonstrando seu apego e/ou interesse.


Como tudo evolui hoje os floristas profissionais procuram combinar arranjos e simbologia das diversas flores com técnicas modernas, design e estilos para expressar de forma conveniente, nas mais diversas ocasiões, os também diversos sentimentos. Mas isso, de simbolismo, não é novo não. Desde a antiguidade se convencionou criar simbolismos para flores. Existem variações, mas as mais conhecidas são: Amarílis = orgulho; Camélia = beleza perfeita (lembra da marchinha da jardineira?); Cravo = distinção, paixão feminina; Girassol = altivez; Lírio = pureza; Jasmim = graça e elegância; Margarida = inocência; Narciso = vaidade; Orquídeas = beleza; Rosas = amor; Tulipas = declaração de amor; Violetas = fidelidade, modéstia.


As rosas são um capítulo à parte, pois são consideradas como eternos símbolos do amor e ganharam até linguagem própria: dizem que a cor das suas pétalas também levam mensagens. As vermelhas simbolizam as emoções apaixonadas, as cor-de-rosa estariam ligadas aos amores sublimes, as brancas ao amor puro e incondicional, enquanto as amarelas são misteriosas - uns dizem que simbolizam o ciúme, enquanto outros afirmam que estão ligadas aos amores afortunados.


Confesse: É muito bom receber flores. Dizem que elas têm impacto imediato no estado de felicidade das pessoas e que têm um efeito positivo e duradouro no humor. Elas criam relacionamentos mais fortes, diminuem a depressão, melhoram a memória e estimulam o relacionamento social. Quem as recebe fica imaginando situações para fazer o mesmo (não necessariamente com a mesma pessoa). Estudos demonstram que flores fazem as pessoas se sentirem mais felizes do que elas próprias podem perceber.


O outro lado da moeda também é muito bom. Presenteando com flores é praticamente impossível errar. A pessoa presenteada ficará satisfeita tanto com o presente (as flores) quanto com a carga de simbologia que transmitem. Daí, laços são fortalecidos e relacionamentos são mantidos ou alargados. Elas auxiliam quem pretende promover a paz ou união entre as pessoas, são uma das formas mais infalíveis de pedir desculpas ou demonstrar gratidão. São também um linda e chique maneira de comemorar datas familiares ou tradicionais.


Para preservar um pouco mais esses momentos mágicos é bom saber que os ambientes arejados e frescos ajudam a prolongar a vida das flores. Não pense em colocá-las num vaso com água assim que receber, pois há arranjos florais que possuem sua base, onde na maioria das vezes uma espuma floral mantém água fresca por um tempo determinado. Procure colocá-las em um local apropriado e adicione água diariamente (tome cuidado para não colocar água sobre as flores). Lembre–se que ambientes com ar condicionado secam demais os arranjos e que fornecer água às flores diariamente é fundamental para prolongar-lhes a vida.


Agora a parte triste da história. Por mais que se tente fazer pelas flores tentando prolongar-lhes a vida, depois de retiradas do solo, dos jardins ou estufas pouco tempo lhes resta de vida. Singela função essa delas. Morrer, dar-se para causar regozijo de pessoas mesmo que seja por alguns minutos e após isso serem esquecidas dentro de um vaso com água em algum lugar da estante e no lixo uma semana depois. Talvez isso seja o que torna as flores fortes, lindas e com vontade de viver e, quem sabe, fazer a alegria de pessoas como você.



Roldan Henrique

Nenhum comentário:

Postar um comentário